A diferença entre a crise recente do Brasil e a de 2008

BIB News

A crise recente pela qual passa o Brasil atingiu igualmente todas as regiões do país, diferentemente do que aconteceu em 2008, quando o impacto maior foi observado no Sudeste e Sul. A avaliação é do chefe do departamento econômico do Banco Central, Túlio Maciel, que concedeu entrevista coletiva em Salvador, na Bahia.

De acordo com reportagem do Estadão, para Maciel, a crise recente marcou o país pelo recuo no volume de serviços, a retração das importações de produtos em função do câmbio menos favorável e a maior dificuldade em obter crédito. No Centro-Oeste, questões como a estiagem acabaram prejudicando o mercado agrícola e acentuando ainda mais o cenário já prejudicado pela situação do país.

"A crise atual tem cara distinta da de 2008. Houve queda muito pronunciada (da produção agrícola) no Nordeste nos últimos anos. Mas as perspectivas para 2017 são melhores", disse o executivo durante o encontro com a imprensa. Maciel observou, ainda, a queda no saldo de crédito.

O BIB acompanha de perto as mudanças mencionadas por Túlio Maciel. O pacote de serviços do banco prioriza a necessidade do cliente e oferece atendimento personalizado.  Para falar com o nosso time, basta ligar (11) 3049.9776 / 9769 / 9728.

Banco Industrial do Brasil S/A

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1.703 - Vila Nova Conceição

CEP: 04543 - 901 São Paulo / SP

SAC

Empréstimo Consignado: (0800) 725-2222

Cartão de Crédito Consignado BIB CARD: 0800-777-2118

Ouvidoria

Telefone: (0800) 725-0074

© 2016 Copyright Banco Industrial -
Todos direitos reservados.